Foto: Floriano Lima
Mais de 100 acadêmicos da UEAP participam de projeto em parceria com a Fundação Roberto Marinho e Embrapa.

O projeto Florestabilidade, que iniciou no dia 22 e vai até 24 de agosto, promove oficina de formação para educadores e profissionais que trabalham com o Manejo Florestal Comunitário e Familiar, a partir da metodologia de Casos de Ensino. As aulas do segundo dia de curso acontecem no Campus I e amanhã na Escola Família Agrícola do Carvão, em Mazagão. Os Casos de Ensino sobre Manejo Florestal do Florestabilidade relatam, de maneira pedagógica, dilemas reais vividos por profissionais e produtores que trabalham na Amazônia. São temas como regularização ambiental e fundiária; controle da produção florestal; acesso ao crédito; comercialização de produtos florestais e os conflitos gerados pelo uso da floresta.
Desenvolvida pela Fundação Roberto Marinho (FRM) em parceria com a Embrapa, a formação concilia o ensino da metodologia e o treinamento prático, com a aplicação das aulas em turmas formadas por estudantes de Universidades, Institutos Federais e Escolas Família Agrícola (EFAs). A formação, com duração de três dias, reunirá educadores de Escolas Família Agrícola, Institutos de Educação e Universidades e também profissionais de outras instituições que trabalham com o Manejo Florestal Comunitário no Amapá.

Sobre o Florestabilidade

O Florestabilidade foi lançado em 2012 pela Fundação Roberto Marinho como um projeto para educar sobre a importância e as vantagens ambientais, sociais e econômicas do manejo florestal de uso múltiplo como estratégia de conservação da Amazônia. Por meio de parcerias com Secretarias de Educação de estados e municípios, o Florestabilidade chega a professores e estudantes da Educação Básica com a missão de despertar vocações para carreiras ligadas ao manejo e conservação de florestas. Mais de quatro mil professores em diferentes estados da região Norte foram formados desde 2012.

Em colaboração com o Serviço Florestal Brasileiro e outros parceiros, o Florestabilidade faz formações para extensão rural, buscando aumentar a capacidade de técnicos e outros atores sociais estratégicos para o desenvolvimento do manejo florestal comunitário e familiar. Cerca de 200 profissionais já foram beneficiados no Estado do Pará. Novos temas têm se somado ao conteúdo sobre manejo florestal. Em 2016, o Florestabilidade lançou o Curso Online de Cadastro Ambiental Rural (CAR), uma iniciativa realizada com apoio do Serviço Florestal Brasileiro, do Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) e Skoll Foundation.

 

Fonte:Embrapa Amapá
Adaptações: ASCOM/UEAP

 

Publicado em: Quarta-feira, 23 de Agosto de 2017 por Assessoria de Comunicação - ASCOM
Campus I
Av. Presidente Vargas, nº 650
Centro | CEP: 68.900-070
Campus Graziela
Av. Duque de Caxias, 60
Centro| CEP: CEP: 68900-071
NTE - Núcleo Tecnológico
Rua General Rondon, 1207
Centro | CEP: 68.900-082
Copyright © 2018. Portal Universidade do Estado do Amapá.
(96) 2101-0506
ueap@ueap.edu.br