Foto: Floriano Lima
Conheça a parceria entre o Colegiado de Pesca da UEAP e a REMAR
Conheça a parceria entre o Colegiado de Pesca da UEAP e a REMAR

O Colegiado de Engenharia de Pesca da Universidade do Estado do Amapá vem colaborando com o desenvolvimento da pesquisa realizada pela Rede de Monitoramento de Andadas Reprodutivas de Caranguejos- REMAR, coordenada pela Dra. Karen Diele da Edinburgh Napier University e St Abbs Marine Station, Grã Bretanha, e pelo Dr. Anders Schmidt, da Universidade Federal do Sul da Bahia. Funciona assim, durante a temporada reprodutiva, milhares de caranguejos de manguezal saem em massa de suas tocas para procurar companheiros para acasalamento, são as chamadas andadas. Nestes períodos, pode-se ver andando não só caranguejos, mas também pesquisadores de várias instituições, entre elas a Universidade do Estado do Amapá- UEAP, coletando informações que são fundamentais para entender esse fenômeno. O período da andada é essencial para a perpetuação das espécies e, ao mesmo tempo, é quando os caranguejos ficam mais vulneráveis, podendo ser facilmente capturados por qualquer pessoa, até mesmo as que presenciam o evento pela primeira vez.

Em novembro de 2017, a REMAR lançou o REMAR_Cidadão, um aplicativo para smartphones que pode ser baixado gratuitamente no Google Play Store (https://play.google.com/store/apps/details?id=com.github.hintofbasil.crabbler)). Essa ferramenta veio contribuir para o recebimento de informações sobre as andadas reprodutivas, afim de que sejam utilizadas para planejamento de atividades de monitoramento. O objetivo maior do aplicativo é que as informações enviadas pelos usuários formem um banco de dados e sirvam de base científica para o aprimoramento dos períodos adequados de defeso do caranguejo-uçá Ucides cordatus e do guaiamum Cardisoma guanhumi. Com o aplicativo, qualquer pessoa pode atuar de maneira realmente fácil e rápida, informando a REMAR quando virem andadas de caranguejo-uçá e guaiamum em todo o Brasil. Segundo o Professor da UEAP e integrante da REMAR, Márcio Ferreira, o Colegiado de Engenharia de Pesca da Universidade participa da coleta de dados desde 2017, como também contribuiu com o desenvolvimento do aplicativo em sua fase de testes.

Os caranguejos acasalam em torno da lua nova e da lua cheia, porém em certos anos as andadas ocorrem somente em torno da lua cheia, em outros ocorrem apenas em torno da lua nova e, mais raramente, existem anos em que as andadas ocorrem em torno destas duas fases da lua. Desse modo e por precaução, na maior parte do Brasil a captura de caranguejos é proibida tanto em torno da lua cheia como na lua nova. No entanto, quando os defesos ocorrem em períodos em que não há caranguejos andando, coletores são injustamente impedidos de trabalhar e entram em conflito com os gestores que, por sua vez, também acabam desperdiçando recursos públicos com fiscalizações desnecessárias. Para solucionar este problema é preciso entender as ligações entre o comportamento reprodutivo dos caranguejos e diferentes ciclos geofísicos para poder prever exatamente quando as andadas ocorrem ao longo do litoral do Brasil. Com essa missão, os alunos de Engenharia de Pesca da UEAP realizarão seis expedições até a Estação Ecológica Maracá-Jipióca (ESEC– Maracá- Jipióca, Unidade de Conservação de Proteção Integral, criada com o objetivo de preservação da natureza e realização de pesquisas científicas, localizada no município de Amapá) nos meses de janeiro, fevereiro e março de 2018, com o propósito de monitorar a andada reprodutiva verificando visualmente os manguezais e coletando informações importantes para o estudo. Esse conhecimento aliado aos estudos avançados relacionados aos ciclos geofísicos envolvidos juntamente com informações obtidas com o REMAR_Cidadão dará ainda mais legitimidade para propostas de aprimoramento de defesos. No futuro, a REMAR disponibilizará os resultados deste monitoramento em um website, que está em construção.

 

 Foto: Girlan Dias 

Foto: Girlan Dias

Foto: Girlan Dias 

Foto: Girlan Dias

 

 

Publicado em: Segunda-feira, 19 de Fevereiro de 2018 por Assessoria de Comunicação - ASCOM
Campus I
Av. Presidente Vargas, nº 650
Centro | CEP: 68.900-070
Campus Graziela
Av. Duque de Caxias, 60
Centro| CEP: CEP: 68900-071
NTE - Núcleo Tecnológico
Rua General Rondon, 1207
Centro | CEP: 68.900-082
Copyright © 2018. Portal Universidade do Estado do Amapá.
(96) 2101-0506
ueap@ueap.edu.br