A Universidade Estado do Amapá apoia o Outubro Rosa. Prevenir é uma das melhores formas de lutar!
Foto: Floriano Lima
Ueap busca captação de recursos junto à União Europeia

Professores, acadêmicos e gestores no Amapá têm até 2020 para submeter projetos junto ao Programa de Cooperação Interreg para Amazônia (PCIA), um fundo de investimentos administrado pela União Europeia destinado a atender convênios entre a Guiana Francesa e regiões vizinhas, em especial Amapá, Pará e Amazonas.

A Universidade do Estado do Amapá participou do lançamento do programa PCIA durante a última semana de outubro, na Coletividade Territorial da Guiana, em Caiena (GF). O reitor da academia destacou Suellen Félix, professora do curso de Engenharia de Pesca, para representar a instituição junto ao comitê que administra o FEDER (Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional). "O Interreg destina 18 milhões de euros só para projetos voltados para regiões de fronteira, no caso do Brasil, seria o Oiapoque a área mais priorizada", afirmou a docente.

Nas reuniões estiveram presentes também o vice-governador do Estado, Papaléo Paes, representantes da Secretaria de Saúde, da Agência Amapá de Desenvolvimento, da Fecomércio, Secretaria das Cidades, além de empresários, investidores e enviados de outros países vizinhos, como Suriname e Guiana Holandesa.

"A universidade vem trabalhando para diminuir a dependência do orçamento do Estado e essa é uma boa oportunidade das pesquisas promovidas pelos servidores da Ueap serem aplicadas diretamente para o desenvolvimento econômico do Estado", afirmou o reitor da Ueap, Perseu da Silva Aparício. A instituição enviou ao todo 10 projetos, nas áreas de engenharia de pesca, linguística e combate à malária.

PRIORIDADES

Os recursos do PCIA serão destinados a quatro eixos principais: fortalecimento do transporte; proteção e valorização da biodiversidade e patrimônio cultural; soluções para problemas sociais e sanitários de populações em situação de vulnerabilidade; melhoria da competitividade empresarial da região.

Apesar da Universidade do Estado estar adiantada nas negociações sobre os financiamentos, o programa é voltado para todas as demais instituições de pesquisa e organizações em geral. "Esses projetos são voltados para todas as IES, ONGs e empresários", explica Lidiane Rodrigues Vieira, assessora de relações internacionais da Agência de Desenvolvimento do Amapá, "se existe alguma empresa de turismo, por exemplo, que tenha um bom projeto e queira submeter ao comitê, é possível".

Apesar do prazo para firmar parceiras se estender até 2020, os representantes da França vêm apenas uma vez por ano à Caiena para fechar os acordos e, caso o teto de €18 milhões do programa seja atingido, os financiamentos serão encerrados.

Para orientar os interessados a formularem seus projetos com eficiência, a organização do PCIA disponibilizou em todas as secretarias do Estado o Guia de Promotor de Projeto PCIA, encarte que explica as entidades que podem receber o financiamento por área de interesse, como o projeto deve ser elaborado e como conseguir apoio de uma instituição guianense para viabilizar o recurso.

Para os próximos dias 6 e 7 de dezembro está marcado em Caiena outro evento, com objetivo de assinar os convênios já aprovados entre as instituições vizinhas e guianenses. Para ser aprovado, é obrigatório que o projeto seja elaborado em parceria com instituições da Guiana Francesa, pois os recursos financeiros serão operacionalizados em moeda europeia e não poderão ser administrados fora do país. "Temos pouco tempo restando esse ano, tenho projetos praticamente firmados com o Parque Natural Regional da Guiana (PNRG) e o evento de dezembro é importante para captação de recursos, pois o próximo está programado apenas para outubro do próximo ano", revelou Suellen Félix, da Ueap.

A instituição indica para outros pesquisadores parcerias preferenciais com o Institut français de recherche pour l"exploitation de la mer (IFREMER) e Université de Guyane.

Profª Suellen Félix (ao centro) e representantes do Estado do Amapá, Guiana Francesa e comitê FEDER

Publicado em: Segunda-feira, 07 de Novembro de 2016 por Assessoria de Comunicação - ASCOM
Campus I
Av. Presidente Vargas, nº 650
Centro | CEP: 68.900-070
Macapá - AP
Campus Graziela
Av. Duque de Caxias, 60
Centro| CEP: 68900-071
Macapá - AP
Setor Administrativo
Av. 13 de Setembro, 1720
Buritizal | CEP: 68902-865
Macapá - AP
Campus Território dos Lagos
Av. Desidério Antônio Coelho, 470
Sete Mangueiras | CEP: 68950-000
Amapá - AP
NTE - Núcleo Tecnológico
Rua General Rondon, 1207
Centro | CEP: 68.900-082
Macapá - AP
Copyright © 2018. Portal Universidade do Estado do Amapá.
(96) 2101-0506
ueap@ueap.edu.br