Foto: Floriano Lima
Novas medidas do Comitê de Prevenção e Vigilância (COVID - 19).
Prevenção ao novo coronavírus.

Em reunião on-line realizada no dia 29 de abril de 2020, o comitê de vigilância em saúde da Universidade do Estado do Amapá avaliou o estado atual de disseminação da COVID-19 no Amapá, em especial em Macapá e Santana, e recomenda o não retorno das atividades presenciais, bem como a manutenção do isolamento social.

               Essa decisão foi embasada nos dados divulgados pela Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS/GEA). Cabendo destacar as seguintes informações:

O Amapá conta hoje com 1.016 casos positivos para COVID-19 em todo o Estado, sendo desse total 789 casos em Macapá e 125 casos em Santana;

Há um represamento de 1.739 casos suspeitos aguardando análise laboratorial, todavia ao avaliar a taxa de mortalidade de 3%, sugere subnotificação leve, pois ao comparar com a média das taxas de mortalidade de países com grande número de testes realizados na população em geral (Coréia do Sul, 2,46%; Alemanha, 3,96%; Japão, 2,8%; e Taiwan, 1,39%) não há diferença significativa (2,65±1,06 – média e desvio padrão);

O primeiro caso foi confirmado em 20/03/2020 e foram necessários 20 dias para chegar ao caso número 100, entre o caso 100 a 500 foram necessários 3-4 dias para cada 100 novos casos confirmados, todavia com o relaxamento do isolamento social e maior circulação de pessoas entre os dias 28/04 e 29/04 foram registrados 100 novos casos positivos em um único dia, evidenciando que a contaminação comunitária encontra-se ainda de forma ascendente;

Dentre os casos positivos, aproximadamente 80% dos casos são de pessoas na faixa etária do público desta universidade (20 – 59 anos);

A estrutura hospitalar do Amapá é deficitária, sendo composta em sua rede pública e privada por aproximadamente 80 leitos de terapia intensiva. Dos Estados da região norte, o Amapá tem o pior índice de distribuição de UTIs, com 850 mil habitantes e 82 leitos de UTI (apenas 26 leitos para o SUS), dando 0,96 leitos para cada 10 mil habitantes. O Amapá é o que tem menos leitos de UTI no SUS, com proporção de 0,3 para cada 10 mil habitantes e menos respiradores também.

Cabe ressaltar que a ocupação no SUS de leitos clínicos já se aproxima de 90% de ocupação e os leitos de terapia intensiva encontram-se 50% ocupados.

Com isso, neste momento crítico, o comitê de vigilância em saúde da UEAP recomenda a manutenção do isolamento social, com as atividades administrativas/pesquisa e extensão por teletrabalho, ressalvadas as excepcionalidades, bem como estimula os docentes desta IES ao desenvolvimento de atividades em plataformas digitais difundindo o conhecimento, caráter finalístico da UEAP.

 

Publicado em: Segunda-feira, 04 de Maio de 2020 por Assessoria de Comunicação - ASCOM
Campus I
Av. Presidente Vargas, nº 650
Centro | CEP: 68.900-070
Macapá - AP
Campus Graziela
Av. Duque de Caxias, 60
Centro| CEP: 68900-071
Macapá - AP
Setor Administrativo
Av. 13 de Setembro, 1720
Buritizal | CEP: 68902-865
Macapá - AP
Campus Território dos Lagos
Av. Desidério Antônio Coelho, 470
Sete Mangueiras | CEP: 68950-000
Amapá - AP
NTE - Núcleo Tecnológico
Av.: 13 de Setembro, 2081
Buritizal | CEP 68902-865
Macapá - AP
Copyright © 2020. Portal Universidade do Estado do Amapá.
(96) 2101-0506
ueap@ueap.edu.br