A Universidade Estado do Amapá apoia o Outubro Rosa. Prevenir é uma das melhores formas de lutar!
Foto: Floriano Lima
Capacitações profissionais foram destaque da ação na região do Rio Ariramba

Foto: Márcio Pinheiro 

 

Por: Anselmo Wanzeller

Este final de semana foi de oportunidades para cuidar da saúde, tirar carteira de identidade, colocar a mão na massa na hora de aprender boas práticas na produção de alimentos, além de cantar. Tudo isso aconteceu na ação realizada pelo Governo do Amapá para os moradores da Vila Betel na região do Ariramba e comunidades do entorno.

Conforme o coordenador de projetos especiais da rede Superfácil, Ronilson Ribeiro, essa é uma das áreas mais procuradas pelos moradores. Foram disponibilizados os serviços de emissão do cartão SUS e carteira de identidade. “Viemos preparados para suprir a carência de todos que nos procuraram. Nossos atendimentos sempre são os mais procurados”, comenta Ronilson.

O casal Sérgio Valente e Keila Xavier buscaram diversos serviços oferecidos pela ação e ressaltam a importância de ser realizada mais vezes na comunidade. “Estávamos esperando ansiosos por esse evento. Viemos de outra comunidade, pois ficamos sabendo através de vizinhos sobre a realização da ação e resolvemos aproveitar. Essas ações não tem custo algum, além de ser perto de onde moramos”, declarou o casal.

O Rurap realizou também palestra e capacitação de como consumir a água com qualidade através do projeto filtro ecológico, que é considerado um filtro alternativo para tratamento de água. Na ocasião, foram sorteados aos participantes os filtros produzidos no momento da capacitação.

A técnica em extensão rural, Chiara Oliveira, fala que o filtro traz muitos benefícios para a comunidade ribeirinha, além de apresentar alguns procedimentos para a montagem do filtro.

“É dessa forma que o produtor rural passará a consumir água com qualidade e de baixo custo. Muitos que moram em locais onde precisam da água do rio para o consumo, não tem o tratamento adequado. Através dessa palestra, eles poderão consumir a água limpa e sem resíduos que causam problemas graves de saúde”, explica Chiara.

Curso de boas práticas na produção de alimentos foi apresentado aos moradores que queriam aprender a cozinhar de forma segura e criativa. Bolo de açaí, tapiocas coloridas e doce do cupuaçu foram alguns dos atrativos que despertou o interesse até mesmo de pais de família.

Raimundo Gama é pai de três filhos e fez questão de participar e declarou sua satisfação pela culinária e a forma correta do manuseio dos alimentos.

“Sempre tive vontade de ajudar na cozinha, mas nunca tive domínio no manuseio dos alimentos e nem nos instrumentos para o seu preparo. O bolo de açaí é algo que me chamou a atenção e pretendo aprender e levar essa novidade para meus filhos experimentarem” diz Raimundo.

A Agência de Pesca do Amapá realizou palestra com o tema “Potencialidades e entraves da cadeia produtiva do pescado do Amapá”.
Adiel dos Santos é pescador há mais de 10 anos e diz que o setor pesqueiro na região precisa de mais eventos voltados a categoria e comenta a importância de participar de palestras sobre o assunto.

“É muito bom poder discutir sobre comercialização do pescado. Muitos precisam saber quais as dificuldades e as potencialidades na hora de abrir seu próprio negócio. Nem todos que querem podem progredir na produção do pescado”, diz Adiel.

Na área da saúde houve verificação de pressão arterial, glicemia, peso e medida, orientação de saúde, tratamento de massagem, farmácia com dispensa de medicamentos, dentre outros serviços.

Acadêmicos do 4º semestre de licenciatura em música da Universidade Estadual do Amapá (Ueap) mostraram desenvoltura e carisma nas apresentações de música religiosas. Foram momentos de palestras, aulas práticas e apresentações musicais com a participação da comunidade.

“A presença da comunidade superou nossas expectativas. Foi surpreendente como conseguimos reunir muitos que têm vontade de aprender a tocar ou cantar. Alguns já até tem experiências com instrumentos musicais e procuramos fazer com que eles se inserissem de forma dinâmica e espontânea. Esperamos poder nos encontrar mais vezes”, finaliza o coordenador da equipe de acadêmicos, André Pantoja.

 

 

Publicado em: Segunda-feira, 27 de Março de 2017 por Assessoria de Comunicação - ASCOM
Campus I
Av. Presidente Vargas, nº 650
Centro | CEP: 68.900-070
Macapá - AP
Campus Graziela
Av. Duque de Caxias, 60
Centro| CEP: 68900-071
Macapá - AP
Setor Administrativo
Av. 13 de Setembro, 1720
Buritizal | CEP: 68902-865
Macapá - AP
Campus Território dos Lagos
Av. Desidério Antônio Coelho, 470
Sete Mangueiras | CEP: 68950-000
Amapá - AP
NTE - Núcleo Tecnológico
Rua General Rondon, 1207
Centro | CEP: 68.900-082
Macapá - AP
Copyright © 2018. Portal Universidade do Estado do Amapá.
(96) 2101-0506
ueap@ueap.edu.br